O Centro histórico de São Paulo é uma joia da cidade que mantém intocado o passado em meio à selva de pedra.

Muita história, inclusive a própria fundação da cidade, além de muitos outros acontecimentos importantes foram vividos nos muitos prédios e edifícios que o Centro histórico de São Paulo abriga e preserva. É um passeio delicioso, tanto para turistas, quanto para moradores da capital.

Confira 10 atrações imperdíveis no Centro Histórico de São Paulo e planeje sua visita para voltar ao passado, na região de fundação da cidade.

Vamos conferir?

Farol Santander

O Farol Santander, antigo Banespão, é um passeio imperdível no Centro Histórico de São Paulo!

O edifício icônico, inaugurado em 1.947, foi inspirado no Empire State Building, um dos mais famosos arranha céus da cidade de Nova York. É um passeio imperdível, que conta com exposições fixas, como o Espaço Memórias que recria o ambiente e a rotina bancária nos anos 50.

Centro Histórico de São Paulo

Há também exposições itinerantes entre os andares 19 e 24. Quando fui, estava com a exposição do cantor Adoniran Barbosa. Consulte exposições ativas no site.

Centro Histórico de São Paulo

A protagonista do passeio, entretanto, é a vista privilegiada que se tem do alto dos 26 andares no Farol Santander.

Farol Santander Vista

Atualmente, por conta da Pandemia do Coronavírus, o Farol Santander está com exposições online.

  • Endereço: Rua João Brícola, 24 – Centro Histórico, São Paulo/ SP
  • Site Oficial: Farol Santander

Edifício Martinelli

Com seus imponentes 130 metros de altura e 30 andares, o Edifício Martinelli, inaugurado em 1.934, foi o primeiro arranha céu da América Latina, passando seu título em 1.947 para o prédio do Banespa, em sua inauguração.

O edifício tem uma das mais belas vistas da cidade e, do seu terraço, é possível avistar outras construções icônicas, como Theatro Municipal, Catedral da Sé, Farol Santander (ao lado), entre outros.

Centro Histórico de São Paulo

A visita é gratuita, porém, atualmente, a visita está suspensa devido à Pandemia do Coronavírus. Saiba mais e agende sua visita aqui

  • Endereço: Rua São Bento, 405 – Centro Histórico, São Paulo/ SP
  • Site Oficial: Edifício Martinelli

Copan

Projetado por Oscar Niemeyer na década de 50, o Copan é um dos cartões postais da cidade e, especialmente, do Centro Histórico de São Paulo.

Em uma cidade cheia de linhas retas, o COPAN encanta por suas curvas, que imitam um grande S no meio do centro de São Paulo. Além de suas curvas, o edifício impressiona por suas proporções, é o maior estrutura de concreto armado do país. São 120 mil m2 de área construída, divididos em 35 andares e 1160 apartamentos.

Centro Histórico de São Paulo

É um edifício com proporção de uma cidade, e foi realmente assim que foi idealizado, inspirado no complexo Rockefeller Center de Nova York, que abriga, empresas, residências, área de lazer e muito mais!

Se já é bonito observar suas curvas do chão, imagine do alto. Sim, é possível subir no mirante e apreciar a vista e as curvas do alto do mirante de 32 andares. As visitas ocorrem de segunda a sexta, às 10:30 e às 15:00 e duram de 15 a 20 minutos, cada.

Devido à Pandemia do Coronavírus, recomendo verificar no local se as visitas estão funcionando normalmente.

  • Endereço: Avenida Ipiranga, 200, Centro Histórico, São Paulo/ SP
  • Site Oficial: Copan

Edifício Itália

Construído em 1.965 em homenagem aos imigrantes italianos, o Edifício Itália é um ícone do Centro histórico de São Paulo.

Edifício Itália

Com 165 metros de altura, o Edifício Itália e o segundo maior prédio da cidade de São Paulo. Nos seus 46 andares abriga diversas entidades da comunidade ítalo-brasileira, mas o grande protagonista está no terraço.

No alto dos seus 165 metros, fica o famoso Terraço Itália, que proporciona uma vista 360 graus da cidade de São Paulo, além de um bar e restaurante mais conceituados da cidade.

Terraço Itália

O ingresso para vista do Terraço custa R$ 30 e dá direito a um drink. Atualmente a visita ao Terraço está suspensa, devido aos protocolos de segurança contra o Coronavírus. Verifique disponibilidade aqui

Mercado Municipal

Prédio histórico, construído em 1.933, o edifício atual substituiu o antigo Mercado Central, no qual funcionava a céu aberto, na Rua 25 de março.

Seus belos vitrais coloridos, colunas abobadadas e toda sorte de itens que varia entre as frutas mais selecionadas da cidade à vistosos sanduíches de mortadela e pastéis de bacalhau fizeram do Mercadão, como é popularmente conhecido, uma das atrações imperdíveis no Centro Histórico de São Paulo.

Mercado Municipal de São Paulo

Passeio imperdível para realmente entender a alma paulistana.

  • Endereço: Rua Cantareira, 306, Centro Histórico, São Paulo/ SP
  • Site Oficial: Portal do Mercadão

Bovespa

Mais uma atração que faz parte do circuito histórico da capital de São Paulo, é a visita ao prédio da Bovespa, atual B3.

Os pregões onde os corretores negociavam as ações aos berros não existe mais. Atualmente todos os pregões são eletrônicos e o furor das negociações em grupo deixou de existir. Entretanto, é possível fazer uma visita guiada na sala onde ocorriam os pregões, ver os painéis de negociações e muitos objetos usados à época, além de simulações de compra de ações.

A visita gratuita tem duração de cerca de 2 horas e acontece de segunda a sexta das 09:00 às 17:00.

Atualmente o Espaço Raymundo Filho, onde ocorrem essas visitas, está em reforma e as visitas suspensas. Verifique disponibilidade aqui.

  • Endereço: Rua XV de novembro, 275, Centro Histórico, São Paulo/ SP
  • Site Oficial: B3

Galeria do Rock

Definitivamente a Galeria do Rock não é somente mais uma galeria para compras em São Paulo. Inaugurada em 1963, no coração do Centro histórico de São Paulo, a galeria é um espaço multicultural.

Galeria do Rock _SP

Agrada os amantes de uma arquitetura moderna e diferenciada, edifício ondulado de 4 andares, que se destaca dos demais em seu entorno. O prédio abriga 450 estabelecimentos, voltadas em sua maioria para atender o público jovem e interessado no universo do Rock in Roll, além de muitos estúdios de tatuagens e piercings.

Além dos estabelecimentos, o local se destaca por ser um local de encontro de diversas “tribos”.

  • Endereço: Avenida São João, 439, Centro Histórico, São Paulo/ SP
  • Site Oficial: Galeria do Rock

Rua 25 de Março

Maior centro de comércio popular da América Latina, a Rua 25 de Março é uma das principais atrações no Centro histórico de São Paulo.

Rua 25 de Março

A rua que recebe aproximadamente 400 mil pessoas por dia é um grande atrativo para turistas e moradores, que recorrem à rua e seus arredores para encontrar toda sorte de itens.

Além das compras, a Rua 25 de março respira a cultura paulista em seus edifícios centenários, cafés, bares e restaurantes que funcionam muito bem em meio ao caos e mar de gente que a região normalmente abriga.

  • Endereço: Rua 25 de março, S/N, Centro Histórico, São Paulo/ SP
  • Site Oficial: Portal da 25

Catedral da Sé

Localizada em frente ao marco zero de São Paulo na Praça da Sé, a Catedral da Sé é considerada o quarto maior templo neogótico do mundo.

O templo impressiona pela riqueza de detalhes e pela sua grandiosidade, que agrada a todos, religiosos ou não. Os gigantescos vitrais e toda sorte de detalhes minuciosamente esculpidos em cada canto da catedral impressionam a todos.

É possível visitar a Cripta da catedral, local onde estão 30 câmaras mortuárias, que guardam os restos mortais de bispos e arcebispos e possui uma riquíssima arquitetura.

Verificar no local disponibilidade das visitas, durante a Pandemia.

Pateo do Collegio

Local de fundação da cidade, em 1554, o Pateo do Collegio é uma das mais importantes atrações do Centro Histórico de São Paulo.

Construído pelos Jesuítas e inaugurado em 1.554, com o objetivo de catequizar índios. Após mais de 460 anos, o complexo abriga atividades culturais, museus que expõe artes sacras, pinacoteca, objetos indígenas, além de manter intocada a arquitetura colonial Portuguesa, que é um encanto à parte.

Centro Histórico de São Paulo

  • Endereço: Praça Páteo do Collegio, 2, Centro Histórico, São Paulo/ SP
  • Site Oficial: Pateo do Collegio

Essas foram as 10 atrações imperdíveis no centro histórico de São Paulo. Me conta quais delas você já conhece e se tem mais alguma sugestão para incluir na lista.


Esse post faz parte de uma Blogagem Coletiva, com o tema “O que fazer em…“, feita pelo grupo “Viagens por Escrito“. Leia as demais experiências, sob essa temática, nos links abaixo:


Aproveite e me siga no Instagram @viagensefeminices e demais redes sociais para ver minhas dicas de viagens em primeira mão.

Autor

12 Comments

  1. Oi, Soraia. Realmente tem muito o que fazer no Centro Histórico de São Paulo. Adorei sua seleção. Não conheço alguns pontos que você colocou neste post. Depois que a pandemia passar quero ir ao topo do Edifício Martinelli. Papai trabalhou lá quando era bem jovem e sempre falava desse icônico edifício. Eu adoro ir na Rua 25 de Março e depois ir ao mercadão comer pastel. Beijos

    • Soraia Reply

      Que bom que gostou, Cecília!
      Ah, ir à 25 e fechar o dia com pastel do mercadão é um combo delicioso!!

      Beijos!

  2. Quantas lembranças você me trouxe, Soraia!!! Infelizmente pouca pessoas conhecem o centro histórico, mesmo morando em São Paulo. É um lugar muito interessante para se passear, embora aos finais de semana, muitas lojas e restaurantes fiquem fechado. Saindo do Farol Santander, sempre dou uma paradinha na Casa Mathilde, para me deliciar com um doce portugues. Também adorava caminhar pela feira de artesanato da Praça da Republica e comer as fogazzas nas barraquinhas da região. A Feira da República ainda existe?

    • Soraia Reply

      Fico feliz em resgatar essas lembranças em você, Lu!
      Realmente são passeios deliciosos! Não conheço essa feirinha, mas já vou dar uma pesquisada.
      Beijos,

  3. Barbara Cortat Reply

    O centro de São Paulo tem muita coisa gostosa para fazer. Tenho muita vontade de subir o Martinelli para ter uma vista diferente da cidade, na qual o banespa apareça!!

    • Soraia Reply

      Sim, tem muitos passeios incríveis nessa região da cidade!

  4. Ótimas dicas So! Dos que você indicou falta eu conhecer 4. Sou louca para ir no edifício Martineli e no Copan! Vou ver se já me organizo para conbecer através de suas dicas!

  5. Adorei as dicas, Sol! Conheço os locais e não vejo a hora de poder voltar a frequentar todos eles! Inclusive o Copan está entre os projetos de restauro que estou fazendo esse ano, mas também foi interrompido pela pandemia. :/ Só um comentário de arquiteta chata do patrimônio: pouca gente sabe, mas o edifício do Pateo do Colégio não é original! Ele foi muito alterado ao longo dos anos, acabou sendo demolido nos anos 1950 e depois reconstruído com “inspiração” na antiga construção seiscentista. O único remanescente do antigo colégio jesuíta é uma parede de taipa no interior do edifício atual. Beijos!

    • Soraia Reply

      Obrigada, Mari!
      Adorei a informação sobre a construção do Pateo do Collegio, realmente não sabia.

      Beijos.

Deixe seu comentário

Pin It